segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Aconteceu !!!! "Pais por Justiça" no Dia dos Pais



Não estivemos com nossos filhos no Dia dos Pais, mas estivemos juntos de dezenas de outras pessoas que estiveram em copacabana para apoiar nossa causa. Casais, mães separadas e tantas outras pessoas em condições diferentes das nossas, compartilharam neste dia da nossa luta.

Destacamos também a quantidade imensa de pais que compareceram e relataram seus casos quanto a questão de estarem sofrendo Falsas Acusações de Abuso e Maus Tratos em seus próprios filhos. Este é um tema que já vem sendo discutido a bastante tempo mas que só agora vem tomando proporções alarmente.

6 comentários:

Andrea disse...

Parabéns pela manifestação !

Já está postado no Blog "Gabriela Sou da Paz".

http://gabrielasoudapaz.zip.net/arch2007-08-01_2007-08-15.html#2007_08-13_09_48_40-124279330-0

Abraços!

FERNANDO MUNIS BARRETTO MAC DOWELL disse...

Prezados,

Primeiramente, gostaria de lhes dar o parabéns pela iniciativa. Apesar de que, de parabéns, nós não estamos perante a Justiça.

Sou mais um caso, idêntico a de muitos que integram este movimento, o do Pai Legal e da APASE.

Para que saibam estou a 1 ano e 1/2 sem ver e nem falar com o meu filho, por culpa da mãe e principalmente da justiça, que suspendeu a minha visitação sob alegações inverídicas, mas esta situação está mudando, após inúmeros estudos sociais (no Forum) ficou comprovado que as mentiras tinham pernas curtas e desta forma, o Juíz e o Ministério Público decidiram que a visitação fosse retomada conforme a ação de separação.

Vocês podem estar penssando que maravilha, você irá ver seu filho. Engano, de quem pense assim, como se passaram 1 ano e 1/2 sem ver e nem falar com o meu filho, a mãe fez a cabeça dele, instalando a Sindrome de Alienação Pariental e consequentemente o mesmo não quer me ver, diz que tem medo de mim e que eu o sequestre e coisa tal.

Neste momento a Justiça causadora e cumplice deste afastamento, sem justificativas reais, não sabe como proceder na reaproximação minha com ele e desta forma o tempo se prolonga e a aproximação se torna mais difícil.

Como podem ver, não é só a Justiça dar-nos o direito de ver nossos filhos, que já é um enorme passo, mas sim, como fazer esta reaproximação causada pela MÃE e pela Cegueira do Judiciário, principalmente das Varas de Família.

O direito pátrio do Poder Familiar incutido na nova constituição e assegurado no ECA - Estatuto da Criança e do Adolecente, não prevalece nas varas de família, o que desta forma não se cumpri a constituição deste país.

VAMOS EM FRENTE! ESSA LUTA É DE TODOS!

QUERO FAZER PARTE DESTE MOVIMENTO E PODEM CONTAR COMIG0. SÓ DESTA FORMA VENCEREMOS ESTA BATALHA PARA DEPOIS VENCERMOS A GUERRA.

LUTAR SEMPRE, DESISTIR NUCA, POIS OS NOSSOS FILHOS PRECISAM DE NÓS. ESSE TEMPO PERDIDO NÃO VOLTA ATRÁS.

ABRAÇO

FERNANDO MUNIS BARRETTO MAC DOWELL
e-mail: f.mcdowell@gmail.com

Monica Reis disse...

PARABÉNS, vocês são pais de VERDADE. E filhos precisam de pai! Temos que acabar com esse mito que só o amor de mãe é importante. São amores diferentes, pois são PESSOAS diferentes, porém ambos são ESSENCIAIS ao desenvolvimento pleno e saudável de uma criança.
Vcs dão grande exemplo de cidadania e assim estao formando filhos melhores para um mundo melhore.

pablo habibe disse...

A justiça tambem tem de punir estas atitudes criminosas das mães. Não basta só desfazer a injustiça, se não houverem punições rigorosas contra estas criminosas estes absurdos não deixarão de acontecer!

Andre Mansur de Azevedo disse...

Oi Pessoal, sofro muito já há quase 3 anos e sinto falta da m.pequena Camila de 4 anos..A falta de carater com chantagem usando m.filha é o exemplo q a mãe dela(minha ex-mulher) dá a um filho. Eu luto junto com vcs. e nunca vou desistir , porque eu vi m.filha nascer e a amo mais do q qq pessoa nessa vida..Ela é ainda m.razão de viver. Contem comigo q quero contar com vcs..Abraços de Andre e sua filha Camila ausente...

infinito disse...

Oi pessoal,meu sofrimento é tão grande que meu ex me tirou meus 2 filhos gêmeos e são um casal:lindos!Ele transformou o amor dele em ódio e não aceita por eu não querer mais ele e por não ficar implorando ele pra voltar.Com isso ele levou e dificulta minhas idas lá,sendo que mora 500 km distante de mim e me ameaça que se eu entrar na justiça me mata.Ele é muito agressivo e me batia e tem colocado meus filhos contra mim.Com isso eu tenho morrido aos poucos e com depressão e não sei o que fazer.