terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Andar de cima

Elio Gaspari # reproduzido da Folha de S.Paulo, 27/12/2009

No século 19, o grande fazendeiro e senhor de escravos Joaquim de Souza Breves resolveu desafiar os poderes do mundo e sequestrou a neta Paulina, filha do Conde Fé D´Ostiani com sua filha Rita, que morreu quando a criança tinha seis anos.

Não houve força capaz de convencer vovô Breves a devolver a menina ao pai. D. Pedro 2º se fez de bobo e ao rei da Itália só restou esperar.

Breves acabou cedendo. Paulina casou-se com o conde Tristan, filho do almirante Montholon e de Albine, provável namorada de Napoleão em Santa Helena. (O imperador seria o pai de uma criança chamada Helene Napoleone e murmurava-se que o corno envenenara o corso).

Passou-se mais de um século e um ramo dos Lins e Silva do Rio teve seu momento-Breves. Até o início deste ano, usufruíram de uma mordaça judicial imposta à imprensa. Depois, lutaram no Judiciário até a exaustão de suas relações pessoais e profissionais. Ao fim, o padrasto João Paulo Lins e Silva devolveu o garoto Sean Goldman ao pai americano num desnecessário e deliberado espetáculo circense.

Um comentário:

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem de hoje: Que Polícia é essa?
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.